INÍCIO
BRASIL
CIDADE
CULTURA
GERAL
COLUNAS



Cidade de mil acidentes
Atualizada 14 de de 13 |  Comentários -   E-mail | Imprimir | Permissões e Reproduções | Assine matérias como esta Siga Jornal de Araraquara no Twitter
Clique na imagem para ampliar
Imagem JA
Vice-prefeito Coca Ferraz tem energia, conhecimento e bom-senso na complexa Mobilidade Urbana de Araraquara.
Clique na imagem para ampliar
Imagem JA
Vice-prefeito Coca Ferraz tem energia, conhecimento e bom-senso na complexa "Mobilidade Urbana" de Araraquara.

Infelizmente, em toda santa semana, uma família é enlutada. Moto é a maneira mais fácil de se adquirir "Atestado de Óbito" em suaves prestações. Que pena!

J.A. - O Dr. Valter Cury, focando atendimento à saúde, disse que está muito caro atender acidente de motoqueiro batendo em poste, colidindo com carro: o trânsito de Araraquara confuso e muito violento.

Coca - O trânsito de Araraquara, como de resto nas outras cidades do país, é muito violento. Lamentavelmente temos um índice de mortes por quilômetro rodado pela frota de veículos no Brasil de 3 a 7 vezes maior do que nos países avançados, desenvolvidos. Isso é triste e particularmente a motocicleta preocupa porque o risco de o condutor sofrer ferimento grave é 20 vezes maior do que de carro, além do que, o risco de morrer é 30 vezes maior. Então preocupa muito essa questão da motocicleta que o Médico e Professor Valter Cury citou. Uma verdade hoje em Araraquara, mensalmente cerca de 100 vítimas graves em decorrência dos acidentes de trânsito. Apensar de todo trabalho que vimos desenvolvendo no sentido de reduzir acidentalidade e sobretudo acidentes graves.

J.A. - O dinheiro do IPVA (50% da arrecadação) fica no município. Existe também o dinheiro das multas... isso não poderia ser usado numa campanha educativa?

Coca - Primeiro vamos esclarecer o seguinte: Araraquara não tem tantas multas assim. Tem, na verdade, um sistema de fiscalização que nós aperfeiçoamos no segundo mandato do prefeito Marcelo Barbieri visando que as pessoas respeitem mais as leis de trânsito, cometam menos infrações a fim de que consigamos reduzir significativamente a acidentalidade. Para o leitor do

J.A. ter uma ideia nós reduzimos 20% o número de acidentes graves, 40% o número de vítimas graves e reduzimos 60% o número de vítimas fatais. Agora estamos investindo o possível no programa de fiscalização adequado, com educação e engenharia temos avançado. Por exemplo na semaforização, melhoria na sinalização onde temos conseguido resultados positivos para a redução de acidentes como também de melhoria na fluidez do trânsito a fim de evitar congestionamentos.

J.A. Vice-prefeito e Professor Doutor Coca Ferraz, temos alguns gargalos no trânsito principalmente na ligação Vila Xavier/Centro que serão solucionados com o "Parque dos Trilhos". Com outras ligações congestionamentos terá fim. Alameda Paulista será transformada.

Coca - Primeiro vamos lembrar um pouquinho da área ferroviária, sabemos que os trilhos serão retirados e nossa intenção é construir uma nova Via Expressa aqui do lado da Vila. Nos moldes da Via Expressa do outro lado da região central de forma que a pessoa possa ir, de um ponto a outro da Vila Xavier, rapidamente utilizando essa futura Via Expressa e, entre essas duas vias expressas, vamos ter várias ligações Vila-Centro. Com isso vamos eliminar esse congestionamento no viaduto da Av. Barroso. No pontilhão da Av. São Paulo e viaduto da Duque de Caxias está funcionando bem. Na própria Alameda Paulista melhorou bastante, mas, nos horários de pico se percebe algum congestionamento. Tudo isso será resolvido. No caso da Alameda nós estamos estudando o projeto desde início do segundo mandato do prefeito Marcelo Barbieri. Temos discutido muito com o prefeito é um trabalho que não é só nosso, é de toda uma equipe técnica da Secretaria de Transporte e Trânsito, da Alessandra Lima do Desenvolvimento Urbano, do Laxixa nas Obras enfim um trabalho de uma equipe que representamos aqui, além da proposta dos comerciantes da Vila em três reuniões. Por exemplo, na última foram contabilizados 60 empresários que aprovaram por unanimidade o nosso projeto que significa retirar o estacionamento da Alameda Paulista para que possamos ter duas faixas de tráfego. Vai melhorar muito a fluidez e, ao mesmo tempo, as vias transversais que cortam a Alameda serão transformadas em mão única e, como vias largas, vamos deixar estacionamento normal de um dos lados e do outro vamos propiciar estacionamento 45º. Assim, reafirmando: vamos ter muito mais fluidez na Alameda Paulista e aumentar vagas de estacionamento. Hoje 150, proximamente 300 vagas. No conjunto entre a Cândido Portinari e a Maestro José Tescari, com a Alameda no meio, vamos ter aumento de 100% das vagas de estacionamento o que é muito bom para o comércio. O comércio da Alameda será fortalecido e um trânsito bem fluído, uma via bonita pois vamos cuidar da estética no canteiro central, sinalização nova e outras ações subsidiárias.

J.A. - A Alameda Paulista poderia ter uma ampliação, mas, impossível porque há alguns anos os vereadores permitiram construção do prédio até ao alinhamento. Alameda, quando planejada por Paulo Elias Antônio e Dr. Otávio de Arruda Camargo, abria a possibilidade de ampliação. Foi uma intervenção negativa dos vereadores.

Coca - Eu concordo, aliás, aproveitando o ensejo Paulo Elias Antônio foi um grande presidente da CTA, um notável homem público de Araraquara. Pude trabalhar com ele e posso testemunhar: uma grande pessoa que, na época dele, a Companhia Troleibus Araraquara era modelo e a menor tarifa do Brasil. O Dr. Otávio de Arruda Camargo, como eu brincava com ele, era um médico e um grande engenheiro da cidade. Quantas obras ele fez em Araraquara" Muitas. Alameda Paulista deixa uma lição aos vereadores. Efetivamente temos que tomar cuidado quando se muda a lei de zoneamento, lei parcelamento do solo, lei de postura porque pode comprometer o futuro.

J.A. A Companhia Troleibus não tem conserto?

Coca - A CTA vem sofrendo um processo de deterioração, faz anos. Começou há muitos anos, era uma empresa-modelo. Eu me lembro quando o deputado Roberto Massafera era prefeito e, na ocasião, pudemos como presidente da Companhia Tróleibus verificar que muitas cidades vinham conhecer o trabalho desenvolvido na CTA. Mas, a partir daquela data, começou a se degradar, a se deteriorar e infelizmente hoje vive uma situação crítica. Estamos estudando, o prefeito Marcelo Barbieri determinou o estudo com muita calma para achar o caminho para o transporte coletivo porque não pode ficar como está. A situação é ruim, o serviço oferecido a população é ruim e nós temos evidentemente que encontrar uma solução. Vamos encontrar, posso garantir que até o final do segundo mandato do Marcelo Barbieri teremos um transporte coletivo de melhor qualidade.


Copyright 2014 JORNAL DE ARARAQUARA. Todos os direitos reservados. Este material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem permissão explícita do detentor dos direitos autorais.


Regras para comentários: Respeite outros leitores de nossa comunidade, portanto faça apenas comentários inteligentes e civilizados. Não ataque outros leitores pessoalmente e utilize sempre uma linguagem de alto nível.

Login: Identifique-se para deixar um comentário Log in | Registre-se
Título:
Comentários: (Seja o primeiro a comentar)

 



Direitos Reservados (c) 2014 - JORNAL DE ARARAQUARARA LTDA